2020, nossa primeira meta no Catarse e agradecimentos

Dizem por aí que é depois do carnaval é que o ano realmente começa. Felizmente, depois desse que passou, é o Libreflix que realmente embarca em uma nova etapa: A campanha do Libreflix no Catarse acaba de atingir a sua primeira meta! 🥳

Esta meta, de R$ 480 mensais (menos a taxa do Catarse), é o valor mínimo que a plataforma precisava para manter seus próprios custos básicos, como com o servidor da aplicação, o servidor de vídeo, o serviço de entrega de e-mails, domínios e alguns outros gastos eventuais.

Mesmo com a alta do dólar, os acessos vêm se mantendo constantes e o consumo de vídeo não vem requerendo tanta largura de banda do servidor como antes – graças a distribuição P2P.

Caminhar sozinho já um grande passo, mas agora precisamos rumar para caminhos mais altos para levar um streaming livre cada vez mais longe.

Para este ano de 2020 rascunhamos as metas a seguir – algumas pendentes há tempos, outras ideias completamente novas, as principais são:

  • Internacionalização básica e tradução da interface para espanhol e inglês
  • Funcionalidade para o download das obras
  • Versão offline para redes comunitárias
  • Finalização completa do projeto LibreSubtitles para tradução colaborativa e download de legendas
  • App nativo para Android
  • App nativo para televisores smart.

Na parte de conteúdo da plataforma Libreflix.org, queremos fortalecer e chegar junto de festivais, cineclubes, cinematecas e produtoras, para que possam disponibilizar e entender a importância de oferecer suas obras de forma livre, e/ou fomentar um menor uso das plataformas comerciais.

Tudo isso requer organização e muita força de trabalho. Vem junto com a gente no Telegram, no Libregit ou ainda na campanha no Catarse.

Colaboradores de Janeiro e Fevereiro de 2020

Também não poderíamos deixar de mandar o nosso abraço virtual para as novas pessoas colaboradores dos meses de Janeiro e Fevereiro – e que fizeram que atingimos essa primeira meta.

Obrigado!

  • Alexandre Augusto De Sá Dos Santos
  • Caio Maximino
  • Carlos Eduardo Miranda
  • Celso De Souza
  • Eduarda Zampieri
  • Emili Mattos
  • Emília Wanda Rutkowski
  • Helder Maia
  • Isadora Padilha De Moraes Portela
  • Lourenço De Salles Roselino
  • Luana Brescovitz
  • Marcelo Luiz Pelizzoli
  • Marilhia Paula Da Silva
  • Moyses Berndt
  • Nathan Parraga Thiesen
  • Paulo Henrique De Souza Reis
  • Thiago Ururay Fragoso Araujo
  • Wallace Beiroz Imbrosio Da Silva

Aí vem 2020…

Um novo ano e (nem tão) novas lutas se iniciam.

Obrigado a todas as pessoas que cruzaram e apoiaram o nosso projeto de um jeitinho ou de outro em 2019. Seguimos! Pela valorização da cultura, por uma internet livre… por uma outra globalização. ✊👩🏼‍💻

Lembremos de Aaron, sugerindo que sempre nos perguntemos (em cima) e nos dizendo (embaixo).

Novas colaboradoras de Dezembro/19

Gostaríamos de deixar um abraço apertado para as novas pessoas colaboradoras lá no Catarse.

Ao total, já são 25 assinantes que ajudam a construir um streaming livre feito em comunidade. Vem ser o 26º?

Valeu!

  • Amanda Tolentino
  • André Quintino
  • Ayrton Freeman
  • Bethania Brenner
  • Denise A. dos Santos
  • Fernanda Girolometto
  • Fernando Santos
  • Igor Gonçalves
  • Ivan Libanio de Siqueira
  • Izabel Lima
  • Larissa Miranda
  • Luiz R. S. Rios
  • Matheus H. D. de Lima
  • Roberto Strabelli
  • Wadson de S. Matos
  • Welder A. de Oliveira
  • Wellington Jorge

 

Atualizações do mês de Novembro

Olha as melhorias no Libreflix no mês de Novembro:

– Possibilidade e inserir comentários nas páginas das obras
– Implementação e transição de obras para a transmissão P2P
– Listagem completa com seleção de episódios para séries direto na página da obra
– Botões de Avançar ou Voltar 10 segundos na interface do vídeo
– Correções de bugs e pequenas melhorias

Agradecemos muito nossos novos colaboradores:

  • Djalma Mascarenhas
  • Editora Monstro dos Mares
  • Elias Adams
  • Daniela Pritsch
  • Luciano Avelino
  • Marcelo Miguel
  • Pablo Washington
  • Pedro Lucas
  • Raquel Abrahão
  • ßØŁĐ droid_red
  • Luiz Celso

Lá no Catarse são 9 assinantes que ajudam a construir o streaming livre feito em comunidade.

Vem ser o 10º?

Artigo do Libreflix no Simpósio Brasileiro de Sistemas Multimídia e Web

Liberdade é também sobre compartilhar conhecimento.

Por isso, além de compartilharmos nosso código-fonte, tentamos também partilhar métodos, vivências e saberes. Recentemente, fizemos um artigo que foi apresentado no Simpósio Brasileiro de Sistemas Multimídia  e Web – ou WebMedia. Nele contamos um pouco sobre as tecnologias usadas, como é a arquitetura do Libreflix por dentro e um pouco mais sobre a implementação peer-to-peer (P2P) que chegou à plataforma no ano passado.

O resultado (em inglês) está disponível para ser acessado na biblioteca aberta da SBC, pelo link: https://doi.org/10.5753/webmedia_estendido.2019.8152

Esse trabalho teve o apoio da UTFPR, do Laboratório de Tecnologias Livres – LabLivre – da UFABC, e claro, só tem sido possível graça as pessoas que contribuem com o projeto todos os dias: financeiramente, com ideias, sugestões e a partilha nas redes.

Libreflix agora é P2P

Descentralizada, independente, comunitária!

Assim é a internet que queremos.

Por isso, temos orgulho de anunciar que agora a transmissão de vídeos no Libreflix será feita de forma peer-to-peer (P2P).

Isso é diferente da transmissão cliente-servidor que ocorre comumente na maioria dos sites e plataformas digitais – onde um grande servidor centralizado é responsável por enviar as informações para quem acessa aquele conteúdo.

No Libreflix a transmissão ocorrerá assim como acontece com o torrent. Ou seja, ao mesmo tempo que assiste, você também retransmite a cultura audiovisual para outras pessoas.

Esse uso de tecnologias de compartilhamento descentralizadas também contribui para um ambiente alternativo ao atual do mercado de streaming.

É o torrent mas com um uso diferente ao da “pirataria” – um novo jeito de vermos a tecnologia e vivenciarmos seu uso.


Todo esse desenvolvimento é feito sem fins lucrativos. Precisamos da sua ajuda para manter os servidores e outros gastos básicos para a plataforma permanecer no ar.

Introduzindo “Avaliações”

Quantificar a arte não é lá coisa que se faça.

Por outro lado, já faz parte da tradição cinéfila que compartilhemos avaliações em forma de uma nota sobre uma obra que acabamos de assistir. Com um olhar crítico, tentamos expressar em número a complexidade artística daquilo que acabamos de apreciar.

Pensando nesse malfadado exercício, implementamos no Libre a opção de “Avaliar uma Obra“.

Para avaliar, basta estar logado na plataforma e ir até o campo de avaliações. Você pode dar uma nota de 1 a 5, seguindo as famosas estrelinhas das avaliações cinematográficas.

Além de compartilhar sua impressão pela obra, essa opção também ajuda a plataforma a criar campos mais personalizados, podendo oferecer conteúdos que você, e outros usuários, possivelmente gostarão de assistir.  Sempre construindo recomendações com privacidade por design.

E aí, o que achou? Deixe nos comentários sua opinião sobre essa e outras funcionalidades que você gostaria de ver no Libre.

Abraços livres,
Guilmour


Já que você veio até aqui…
Não deixe de apoiar e ajudar a melhorar o nosso acervo de possibilidades. O Libreflix é um projeto sem fins lucrativos construído e mantido por voluntários. Colabore com a nossa vaquinha, com doações a partir de um real e nos ajude a custear nossas operações e equipamentos.

 

Ligações externas e referências sobre a obra

olá, culturalivristas de todo o canto da rede. Passando apenas para atualizar vocês sobre duas recentes funcionalidades que implementamos no Libreflix:

Referências externas

A primeira é um espaço na página de informações de cada obra. Esse campo pode conter ligações para resenhas, notícias e artigos que citem ou sejam sobre aquela obra .

O objetivo é potencializar as ligações nas redes, levando o usuário a novas visões e fortalecendo a blogosfera e outros portais que dedicam seu trabalho a pensar sobre e debater sobre determinada obra.

Links externos

A segunda funcionalidade é um novo espaço com ligações na rede da obra em si, como link para página oficial, perfil em redes sociais, na Wikipédia e/ou em outros acervos.

Queremos convidar todo mundo que usa o Libre a conhecer de perto ainda mais informações sobre a obra – aproximando realizadores e telespectadores.

Por enquanto é só. Fica ligado que logo tem mais novidades. Ah, não esquece de dar uma olhada na nossa campanha: https://acredito.me/libreflix.  Queremos melhorar a plataforma cada vez mais e precisamos da sua ajuda para esse sonho autônomo e livre continuar acontecendo.

Abraços libres,

Guilmour


Novidades: Estamos melhorando a exibição do acervo

Até pouco tempo atrás, no Libreflix, a classificação do acervo era toda feita por meio de tags que são atribuídas a cada obra. As tags eram colocadas de forma a separarem as obras em vários níveis, sendo empregadas tanto para o formato da produção (ex. Curta-metragem), país de origem (ex. Brasil), categorização do conteúdo (ex. Kids) e características internas do conteúdo da obra (ex. Feminismo).

Para melhorarmos essa exibição, pensamos e planejamos qual seria a melhor forma de armazenar as obras dentro da plataforma. A antiga separação por tags não explorava todas as potencialidades do acervo. Por isso, criamos uma abordagem de categorização e subcategorias.

Depois de algumas experimentações, foram escolhidas três “formatos mãe” que, não necessariamente seguem uma coesão quanto ao tipo da obra, duração, etc., mas são os que melhor representam as possibilidades para um usuários assistir e acessar a obra. O usuário pode então navegar até aquele formato (Ficção, Documentário e Seriado) e ter acesso a todas as subcategorias – não exaustivas – daquele formato. O usuário ainda pode acessar aquela categoria específica.

Outra novidade que está em testes é a navegação por duração e por país de origem da obra.

Navegação por duração

Agora, será possível navegar por obras até uma determinada duração. Por exemplo, ao acessar libreflix.org/explore/duration/45 você terá acesso a obras com duração de até 45 minutos. Esse recurso pode ser amplamente explorado para o acesso a curtas, média e longas metragens, de acordo com a disponibilidade de tempo de cada usuário.

Navegação por país de origem

Outra possibilidade é a navegação por país de origem. Então, ao acessar libreflix.org/explore/country/BR, você terá acesso a todas as obras produzidas no Brasil. Seguindo o o código ISO 3166-1 de cada país. Esse recurso pode ser usado para conhecer o cinema livre de outros países. E se faz ainda mais importante com a futura internacionalização e localização da plataforma.

Melhorias da exibição das capas e resumos

Outro esforço que realizamos relacionado na melhor exibição do acervo, foi opção de mostrar as informações da obra assim que passado o mouse em cima de cada capa. Antes, o usuário precisava clicar sobre cada imagem de capa e abrir uma janela modal.

Agora, basta passar o mouse sobre a imagem e ter acesso ao nome da obra, diretor, ano de produção, indicação etária e tempo de duração. Ao clicar sobre a imagem, a janela modal aparece com um visual aprimorado do que a versão antiga.

E aí, o que achou das melhorias? Elas ainda estão em testes e estão sendo aprimoradas aos poucos dentro da plataforma.

Se você tiver novas ideias, não hesite em deixar nos comentários para discutirmos e construirmos um Libre ainda mais colaborativo.

Abraços livres,
Guilmour


Já que você veio até aqui…
Não deixe de apoiar e ajudar a melhorar o nosso acervo de possibilidades. O Libreflix é um projeto sem fins lucrativos construído e mantido por voluntários. Colabore com a nossa vaquinha, com doações a partir de um real e nos ajude a custear nossas operações e equipamentos. É só acessar https://acredito.me/libreflix